Quarta, 18 de Maio de 2022 19:15
67 99698-9354
Nova Alvorada do Sul Apuração

Licitação para ampliação da Câmara Municipal vai parar no MP por diversas coincidências

Empresa vencedora possui sócio que já presta diversos serviços a Câmara Municipal

25/01/2022 17h13 Atualizada há 3 meses
1.208
Por: Redação
Licitação para ampliação da Câmara Municipal vai parar no MP por diversas coincidências
Mesmo em tempos difíceis o presidente da Câmara Municipal de Nova Alvorada do Sul, Renilson César pretende gastar mais de R$ 550 mil em uma reforma e ampliação desnecessária no prédio da Câmara Municipal. Por questão de vaidades, pretende ver seu nome gravado na placa da obra que pretende realizar, um gasto desnecessário visto que o dinheiro poderia ser aplicado em algo útil a população sulnovaalvoradense.
A licitação para a reforma e ampliação da Câmara Municipal no valor de R$ 550.287,53 foi realizada com a abertura e julgamento das propostas no dia 18 de janeiro no setor de licitações da Prefeitura Municipal de Nova Alvorada do Sul.
A empresa vencedora que apresentou a melhor proposta foi a Serv Fort construções e empreendimentos de Campo Grande.
O que levantou suspeita sobre a licitação realizada, foi uma licitação realizada no dia anterior pela Câmara Municipal onde foi licitado a contratação de uma empresa especializada para realizar o acompanhamento técnico para a revisão do regimento interno da Câmara Municipal e a elaboração do código de ética, o valor licitado foi de R$ 31.165,00, tendo como vencedora a empresa IFAG (Instituto de formação e assessoria em gestão pública), de Campo Grande.
A coincidência entre as duas licitações é que em pesquisa realizada perante a junta comercial descobriu que um dos sócios da construtora também é sócio da IFAG, que também já teve mais de 12 licitações ganhas com a Câmara Municipal durante 2021 para a realização de cursos para vereadores e servidores.
A denúncia de possível vício ou favorecimento foi realizada ao Ministério Público que deverá tomar as devidas providencias para apuração do caso, visto que até o momento não foi disponibilizado no Portal de Transparência o processo com todas as informações sobre a licitação realizada.
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias