Quarta, 18 de Maio de 2022 18:42
67 99698-9354
Noticias do Mundo Guerra na Ucrânia

Fifa oficializa punição e seleção da Rússia está fora da Copa do Mundo

Entidade máxima do futebol suspense seleções e clubes da Rússia de competições; ausência em confronto das Eliminatórias marcado para março tira país da próxima Copa

28/02/2022 18h01 Atualizada há 2 meses
1.123
Por: Redação
Fifa oficializa punição e seleção da Rússia está fora da Copa do Mundo

A Fifa confirmou, na tarde desta segunda-feira, 28, a suspensão da seleção da Rússia de competições internacionais de futebol, que já estava sendo cogitada nos últimos dias. Com a decisão, tomada em conjunto com Uefa, a Rússia está proibida de disputar as Eliminatórias e, assim, ficará de fora da Copa do Mundo do Catar, em dezembro de 2022.

Como a punição é contra a Federação de Futebol da Rússia, ela também afeta todas as outras seleções russas, inclusive femininas e de categorias de base, e ainda os clubes locais, que não poderão disputar partidas de competições como Copa dos Campeões e Liga Europa.

No caso da seleção feminina, a punição terá como consequência a ausência da equipe na próxima Eurocopa feminina, que será disputada em julho, na Inglaterra.

"Na sequência das decisões iniciais adotadas pelo Conselho da Fifa e pelo Comité Executivo da Uefa, que previa a adoção de medidas adicionais, a Fifa e a Uefa decidiram hoje em conjunto que todas as equipes russas, quer sejam equipes representativas nacionais ou equipes de clubes, serão suspensas da participação em competições da Fifa e da Uefa até novo aviso", anunciou a entidade, em comunicado.

A entidade europeia também anunciou a rescisão do contrato de patrocínio com a Gazprom, empresa estatal russa do ramo de energia e gás natural. "O futebol está totalmente unido aqui e em total solidariedade com todas as pessoas afetadas na Ucrânia. Ambos os presidentes [da Fifa e da Uefa] esperam que a situação na Ucrânia melhore significativa e rapidamente para que o futebol possa voltar a ser um vetor de unidade e paz entre os povos", diz o comunicado das duas instituições.

A pressão de outros países pode ter influenciado na decisão de Fifa e Uefa. Com confronto marcado para o próximo dia 24 de março contra a Polônia, pelas Eliminatórias da Copa, a Rússia já enfrentava critícas e ameaças da federação polonesa, que ameaçava não participar do jogo, posição semelhante à de federações da República Tcheca e da Suécia - os vencedores dos dois jogos se enfrentariam em outra partida.

Quando a Fifa anunciou, no domingo, 27, o seu primeiro "pacote" de punições à federação russa, como a proibição de jogar no país e de usar símbolos como sua bandeira e hino, Polônia e Suécia reafirmaram suas críticas e a intenção de não participar de jogos contra a Rússia.

A decisão da entidade máxima do futebol vem no mesmo dia em que o Comitê Olímpico Internacional (COI) recomendou às federações esportivas internacionais que proíbam a participação de atletas russos e bielorrussos das competições. Além disso, países como EUA, França, Reino Unido e até a tradicionalmente neutra Suíça, anunciaram novas sanções econômicas à Rússia nesta segunda-feira.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias