Quarta, 18 de Maio de 2022 18:06
67 99698-9354
14°

Nuvens esparsas

Campo Grande - MS

Dólar com.

R$ 4,97

Euro

R$ 5,2

Peso Arg.

R$ 0,04

Mato Grosso do Sul Covid

Covid-19: cidade de MS proíbe festas e fixa multa de R$ 32,4 mil

Enquanto isso em Nova Alvorada do Sul pandemia predomina e nenhuma nova medida foi tomada pelo poder públicooconter avanço do coronavírus e influenza

22/01/2022 09h57 Atualizada há 3 meses
1.166
Por: Redação
Covid-19: cidade de MS proíbe festas e fixa multa de R$ 32,4 mil

Água Clara - cidade no leste de Mato Grosso do Sul a 192 km da Capital - decretou novas medidas de restrição para conter a nova onda da pandemia de covid-19 e a epidemia de gripe (Influenza “A” H3N2”). Figueirão e Maracaju também baixaram novas normas de biossegurança.

Com isso, o Estado soma 15 cidades tentando evitar um colapso na saúde. A prefeitura de Água Clara voltou a proibir eventos como shows, bailes e similares. Aglomerações em vias e espaços públicos também ficam vedados.

Estabelecimentos comerciais e religiosos podem abrir apenas com 50% da capacidade e garantindo o distanciamento de 1,5 metro. O uso de máscara de proteção facial volta a ser obrigatório em locais de grande circulação.

Em caso de descumprimento, a multa será de R$ 324,80 para pessoas físicas e de R$ 8,1 mil a R$ 32,4 mil para pessoas jurídicas, podendo ser dobrada se houver reincidência.

Figueirão e Maracaju – Em Figueirão - cidade no nordeste do Estado a 258 km da Capital - a exigência de máscara volta a vigorar, e deve estar cobrindo nariz e boca. Instituições religiosas podem abrir apenas uma vez por semana com 50% da capacidade.

O comércio pode funcionar normalmente, mas havendo caso de covid-19 entre funcionário, o fechamento é obrigatório e deve perdurar até a sanitização do prédio. Velórios de vítimas da doença estão vedados. Nos demais casos, apenas seis familiares e dois convidados podem participar.

Já a prefeitura de Maracaju - cidade na região sul a 159 km da Capital - suspendeu por 90 dias a concessão de férias de todos os servidores da Secretaria Municipal de Saúde. A contratação de pessoal para reforçar a linha de frente está permitida com dispensa de realização de concurso público.

Preocupação – Outros 12 municípios também baixaram mais uma vez normas de biossegurança. Itaporã, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Ponta Porã, Antônio João, Nova Andradina, Fátima do Sul, Ribas do Rio Pardo, Selvíria, Inocência, Anastácio e Jardim também lançaram novos decretos. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias