Quarta, 27 de Outubro de 2021 06:53
67 99698-9354
23°

Muitas nuvens

Campo Grande - MS

Dólar com.

R$ 5,57

Euro

R$ 6,46

Peso Arg.

R$ 0,06

Mato Grosso do Sul Crime

Criança de 3 anos desaparece e é estuprada por dois adolescentes que são presos

Garotos de 16 e 17 anos foram apreendidos e confessaram o crime

04/10/2021 10h12 Atualizada há 6 dias
1.661
Por: Redação
Criança de 3 anos desaparece e é estuprada por dois adolescentes que são presos

Após desaparecer em aldeia indígena, uma criança de três anos foi estuprada por dois adolescentes na cidade de Amambai, a 360 quilômetros de Campo Grande. Os dois suspeitos, de 16 e 17 anos, foram localizados e levados para a delegacia no último sábado (2), mas só hoje o caso foi divulgado. 

O crime ocorreu na sexta-feira, 1º de outubro. O pai da menina saiu da Aldeia Amambai, onde mora com a família, para comprar combustível. A criança ficou sob os cuidados da mãe, mas após um breve descuido, a menina desapareceu da casa.

A família passou a fazer buscas pela criança. Um mutirão foi feito e até fotos foram espalhadas em grupos de WhatsApp. Para a surpresa dos pais, a menina apareceu na casa de uma agente de saúde da comunidade indígena, cerca de meia hora depois do desaparecimento.

A criança estava molhada de urina e com sangramento anal. Suspeitando de estupro, a mulher acionou os pais da menina, que foi levada ao Hospital Regional de Amambai. Após exames, foi confirmado que houve estupro.

Acionados, Conselho Tutelar e Polícia Civil começaram as diligências. Os adolescentes suspeitos pelo crime foram localizados no sábado e confessaram. A polícia prossegue com as investigações.

Outro caso - Este não é o primeiro crime bárbaro de estupro coletivo registrado em Mato Grosso do Sul. Em agosto deste ano, uma menina de 11 anos foi estuprada e jogada de paredão de pedra localizado na Reserva Indígena de Dourados, cidade a 233 quilômetros de Campo Grande.

O corpo da criança foi localizado na manhã do dia 9 de agosto, uma segunda-feira, em uma pedreira desativada, que fica entre as aldeias Bororó e Jaguapiru. Cinco homens foram presos pelo crime, um deles seria o tio da menina, Elinho Arévalo, de 34 anos, que confessou ter ajudado a estuprar e a matar a própria sobrinha.

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias