Quarta, 22 de Setembro de 2021 01:31
67 99698-9354
22°

Alguma nebulosidade

Campo Grande - MS

Dólar com.

R$ 5,27

Euro

R$ 6,18

Peso Arg.

R$ 0,05

Nova Alvorada do Sul COVID-19

Casos de Covid-19 em Diretora e Professor de escolas municipais deixam profissionais e mães apreensivas com possível contaminação de alunos

Educadores seriam das Escolas Municipais Leonor e Jeanet

11/08/2021 09h33 Atualizada há 3 semanas
1.986
Por: Redação
Casos de Covid-19 em Diretora e Professor de escolas municipais deixam profissionais e mães apreensivas com possível contaminação de alunos

Na segunda-feira (09) circulou em grupos de professores e servidores municipais, dois supostos casos de contaminação de profissionais de educação por Covid-19, o primeiro caso foi confirmado positivo para Covid da direção escolar da escola Leonor de Souza Araújo, já o outro caso, foi postado em um grupo de professores no WhatsApp que um professor da escola Jeanet também apresentou os sintomas da Covid realizou o teste e aguarda o resultado, prossegue ainda que o mesmo apresentou atestado médico e permanece em sua residência cumprindo orientação recebida que o mesmo permaneça em quarentena pois apresenta os sintomas de contaminação.

Nossa reportagem recebeu durante o dia, reclamações de professores preocupados com a situação, pois muitos mantiveram contato com os profissionais da educação que testou positivo e ao outro que aguarda o resultado, muitos profissionais ainda não tomaram a segunda dose da vacina, e aqueles que já tomaram não tiveram tempo suficiente para que a vacina tenha tido sua eficácia total. Além da preocupação dos servidores existe grande preocupação dos pais dos alunos que frequentam as escolas, preocupados se os filhos tiveram contato com esses profissionais e temendo algo pior, muitos pais estão receosos em enviarem seus filhos para as aulas presenciais, a vacinação não está disponível para menores de 18 anos.

Uma outra informação recebida e não possível de confirmar, visto que a mensagem enviada a vigilância sanitária não foi respondida, é que a equipe esteve presente na Escola Leonor e conversou com os servidores e professores. Para a vigilância não existe a necessidade de suspenderem as aulas, rotina essa comum em outras localidades quando constatada a contaminação a localidade é colocada em quarentena. Indagados se o artigo 26 do protocolo covid, onde diz que alunos e profissionais que mantiveram contato com pessoas confirmadas com covid, devem permanecer afastadas pelo período de 15 dias das aulas ou funções profissionais, não se pronunciaram.

Os professores também reclamam que alguns ainda aguardam a aplicação da segunda dose da vacina, enquanto os professores de uma escola particular do município estão tendo prioridade e um atendimento diferenciado, na terça-feira uma equipe volante da secretaria de saúde esteve na escola particular vacinando os servidores e professores, enquanto os demais professores da rede municipal aguardam a mesma iniciativa do município, e reclamam do atendimento diferenciado dado a escola particular, por enquanto precisam enfrentar a fila, sol, e esperarem em pé o atendimento que pode levar horas. Não sabemos porque a escola particular teve a preferencia, enquanto nós professores da rede municipal temos uma quantidade maior de alunos, o contato com eles é maior, não tivemos esse privilégio de tomarmos a segunda dose em nosso local de trabalho e nem a preferencia de sermos imunizados primeiros ou juntos como qualquer outro sem distinção. Disse uma professora.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias