Sábado, 24 de Julho de 2021 06:09
67 99698-9354
21°

Alguma nebulosidade

Campo Grande - MS

Dólar com.

R$ 5,2

Euro

R$ 6,12

Peso Arg.

R$ 0,05

Mato Grosso do Sul Bloqueio

Nelsinho e ex-mulher têm bens bloqueados para pagar calote milionário em produtora de vídeo

Dívida chega a R$ 3,4 milhões em empresa que fez filmagens de campanha política

11/07/2021 15h28 Atualizada há 6 dias
1.171
Por: Redação Fonte: Top Mídia News
Nelsinho e ex-mulher têm bens bloqueados para pagar calote milionário em produtora de vídeo

A Justiça de MS mandou bloquear bens da ex-deputada estadual, Antonieta Amorim e do senador Nelson Trad Filho, PSD, por calote milionário em uma produtora de vídeo, em Campo Grande. 

A decisão foi do juiz substituto Cassio Roberto dos Santos, datada de 8 de julho deste ano. 

Conforme o processo, em 2014, Nelsinho, que era casado com Antonieta, contratou a produtora VCA, que tem escritório na Capital, para fazer filmagens e reportagens para a campanha política dele a governador de MS. 

Ainda segundo a ação de cobrança da VCA, apresentada em março de 2017, o valor do serviço era de R$ 1.250.000, mas que não foi pago. Em 2017, o débito, acrescido de juros, já alcançava 1.893.896,37. Hoje, a dívida do ex-casal soma R$ 3,4 milhões. 

A empresa alega que fez várias tentativas de negociação com o atual senador, mas que ‘’resultaram infrutíferas’’. Em setembro de 2017, a defesa do senador chegou a reclamar da cobrança, dizendo que Nelsinho só tinha rendimentos com a profissão de médico urologista e que isso poderia comprometer a sobrevivência dele. 

O pedido da VCA no processo era que, caso não fossem encontrados valores nas contas de Nelsinho e de Antonieta, que fossem penhorados outros tipos de bens. 

No caso da ex-mulher, o magistrado acatou o pedido e determinou a penhora de 50% das cotas que ela possui na Agropecuária Areais LTDA, o que representa 17% da participação no quadro da empresa. Além disso, as contas bancárias dela também tiveram o saldo retido. 

Para o senador, a medida do juiz é para expedição de mandado de penhora, remoção e avaliação de automóveis de Nelsinho. Em dezembro de 2020, a defesa do atual senador, já havia se manifestado contrário a um pedido para bloquear parte do salário de Nelsinho como senador. 

À época, o advogado André Borges também pediu indeferimento no bloqueio dos valores de Antonieta. Ele explicou que o executado (Nelsinho) ‘’não é sócio e não tem a meação, por não se tratar de bem comum/Agropecuária Areais; há anos o executado está separado de fato, vivendo em união estável com Keila Soares’’. 

O espaço está aberto a todos os citados na matéria. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias