Sábado, 24 de Julho de 2021 07:39
67 99698-9354
21°

Alguma nebulosidade

Campo Grande - MS

Dólar com.

R$ 5,2

Euro

R$ 6,12

Peso Arg.

R$ 0,05

Nova Alvorada do Sul Projeto de Lei

Vereadores Paulo Puffy e Rober Ojeda, apresentam projeto de lei obrigando entrega de medicamentos e a realização de exames de pacientes com receitas de clínicas e médicos particulares

Projeto de Lei irá beneficiar diversas pessoas que diariamente buscam auxilio perante a farmácia básica e não são atendidas

27/06/2021 17h48 Atualizada há 3 semanas
1.436
Por: Redação
Vereadores Paulo Puffy e Rober Ojeda, apresentam projeto de lei obrigando entrega de medicamentos e a realização de exames de pacientes com receitas de clínicas e médicos particulares

Os vereadores Rober Ojeda e Paulo Puffy, apresentaram na última sessão ordinária da Câmara Municipal, projeto de lei que obriga a secretaria de saúde do município o fornecimento de remédios e a realização de exames médicos a pacientes atendidos fora da rede pública de saúde que apresentam receitas prescritas por médicos particulares ou conveniados. Segundo o projeto de lei, os pacientes para terem direito ao atendimento, precisam comprovar serem residentes no município e apresentar cartão do SUS. Os medicamentos que serão entregues são os que constam na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME). 

Para o vereador Paulo Puffy, o projeto é de grande importância, visto que a algum tempo tem gerada uma grande polemica ao interromper da entrega dos medicamentos pela atual gestão. Precisamos dar uma solução rápida a essa situação, que irá beneficiar os pacientes que procuram o medicamento nas farmácias básicas do município, não é porque tem um convenio médico a pessoa tem condições de comprar o medicamento. Espero que o executivo não venha vetar esse projeto de lei, que não implantem conversas fiadas junto ao prefeito, fazendo o mesmo vetar o projeto.

Já o vereador Rober Ojeda, defende a aprovação do projeto que irá beneficiar muito os moradores que procuram os medicamentos nas farmácias do município, muitas pessoas não possuem condições de comprar um medicamento, mesmo sendo atendida por um convênio médico, já recebi inúmeras reclamações, e esse projeto de lei irá ser o marco e amparar o executivo para entrega desses medicamentos

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias