Sexta, 16 de Abril de 2021 07:50
67 99698-9354
24°

Alguma nebulosidade

Campo Grande - MS

Dólar com.

R$ 5,63

Euro

R$ 6,74

Peso Arg.

R$ 0,06

Mato Grosso do Sul Abusivo

Posto de combustível é autuado por Procon-MS por preço abusivo no litro de gasolina e etanol

O preço repassado para consumidor era de R$ 0,14 a mais do que comprado pelo fornecedor

07/04/2021 20h35 Atualizada há 6 dias
1.258
Por: Redação
Posto de combustível é autuado por Procon-MS por preço abusivo no litro de gasolina e etanol

Um posto de combustível localizado na Avenida Calógeras, Centro de Campo Grande, foi autuado em flagrante pelo Procon-MS Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor), nesta ter-feira (6), por várias irregularidades, incluindo o preço abusivo da gasolina e etanol quando repassado ao consumidor.

De acordo com a fiscalização, após várias denúncias, a equipe constatou as irregularidades na venda dos combustíveis através das análises das Notas Fiscais e comparação de preço. O posto estava encarecendo o valor repassado nas bombas.

Para se ter ideia, na comparação entre duas remessas de etanol recebidas nos dias 6 e 8 de março, houve redução nos valores, ou seja, na primeira delas o produto custou ao fornecedor R$ 3,87 por litro e na segunda, R$ 3,80 o que representa uma queda de 1,8%. Entretanto, para o consumidor foi repassado aumento de R$ 0,14, já que o litro passou de R$ 4,06 para R$ 4,20.

Em relação a gasolina, também foi constatado abuso. Remessa adquirida em 6 de março custou ao posto de combustível R$ 5,02 por litro e a segunda, no dia 9, R$ 5,22, o que representa reajuste de 4%. Entretanto, para os consumidores, o reajuste repassado foi de 8,5%. O combustível cujo preço para venda era de R$ 5.06, passou a ser vendido por R$ 5,50 representando diferença de quarenta e quatro centavos a cada litro.

A empresa foi autuada e tem prazo de 15 dias para apresentar defesa.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias