Sexta, 16 de Abril de 2021 06:53
67 99698-9354
23°

Alguma nebulosidade

Campo Grande - MS

Dólar com.

R$ 5,63

Euro

R$ 6,74

Peso Arg.

R$ 0,06

Nova Alvorada do Sul Lua-de-mel

Prefeitura e Câmara: atritos na lua-de-mel indicam chegada de dias conturbados para o executivo

O que já era previsível se tornou fato, a lua de mel entre executivo e legislativo já não é a mesma

30/03/2021 19h46 Atualizada há 2 semanas
2.537
Por: Redação
Prefeitura e Câmara: atritos na lua-de-mel indicam chegada de dias conturbados para o executivo

A lua de mel entre o Prefeito José Paulo Paleari com a Câmara de Vereadores deve ser curta. Prestes a completar 100 dias de governo no próximo dia 10 já é visível o desgaste do Prefeito municipal.

 Muitos aliados e eleitores já demonstraram o descontentamento, do grupo que lhe ajudou a se eleger muitos se debandaram e se afastaram com algumas atitudes do Prefeito. Promessas não cumpridas, abandono de aliados, uma equipe fraca de Secretários e assessores, brigas internas dentro de várias secretarias, são os pontos negativo dessa administração.

 Vendendo o sonho de “Novos Tempos” o que a população está vivenciando é um Déjà vu (termo francês que significa literalmente "já visto"). Nada mudou, somente foi trocada algumas peças, mas o jogo sempre será o mesmo.

 Hoje na Câmara a base aliada não é a mesma, vereadores descontentes com o executivo, reclamam principalmente do descaso do Prefeito com os nobres Vereadores, recentemente tivemos a entrega dos ónibus escolares onde o executivo ignorou a Câmara de Vereadores na entrega dos ônibus, a indicação do subprefeito no distrito da Pana foi outro desgaste desnecessário ao executivo, se citar o desgaste político com o loteamento Wilson Cardoso, que na sessão desta terça-feira levou o vereador Rober Ojeda a efetuar duras críticas à Administração, temos ainda a falência da Saúde do Município, com inúmeras críticas a Secretária de Saúde, juntando a Secretária de assistência social que foi chamada às pressas para uma reunião com os vereadores para tratar de falar demais e comentários feitos pela secretária a Câmara Municipal e pôr fim a tentativa de engavetar o projeto de lei que beneficiaria os comerciantes atingidos pelos decretos municipais, que de forma autoritária foi retirado da pauta da sessão revoltando os setes vereadores autores do projeto, tal atitude gerou duras críticas ao presidente da Câmara Renilson Cesar, hoje escudeiro do Prefeito Paleari e ao próprio Prefeito.

A lua de mel, que se iniciou logo após o resultado da eleição em 2020, somente com a interferência do Prefeito Paleari, o mesmo conseguiu fazer o vereador Renilson Cesar presidência da Câmara, o mesmo resultado não aconteceria se a eleição fosse hoje, vereadores que ajudaram a eleger hoje já dão a entender que a escolha foi errada.

 O acerto inicial não garante que a relação vai longe sem uma renovação dos votos e entendimentos, e nisso a administração tem pecado. A situação pode se agravar ainda mais com a posse da suplente de vereadora Rosana Pinheiro que deverá assumir no lugar da Vereadora Andrea Fim, que entrará em licença nos próximos dias devido a sua maternidade, a vereadora já mandou avisar de seu descontentamento com o Prefeito Paleari, se a postura da Administração continuar como está, não precisamos se esforçar muito para enxergarmos que em breve a oposição será a maioria na Câmara Municipal, sem qualquer harmonia entre os poderes, alguém precisa avisar ao prefeito Paleari que sem a anuência da Câmara Municipal aos seus atos não existe uma boa administração.

 Em todas as reuniões entre vereadores, o assunto executivo volta a ser discutido. A cada semana, a animosidade entre câmara e prefeitura parece crescer. Não se sabe se há fundo político nesta história, mas muita gente acredita que a lua-de-mel entre prefeitura e câmara de Vereadores termina nos próximos meses.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias