Sexta, 16 de Abril de 2021 06:29
67 99698-9354
23°

Alguma nebulosidade

Campo Grande - MS

Dólar com.

R$ 5,63

Euro

R$ 6,74

Peso Arg.

R$ 0,06

Nova Alvorada do Sul Desperdício

Gasto de R$ 12 mil com guarda-chuvas causa polêmica em Nova Alvorada do Sul

Secretária ostentação pretende distribuir 396 guarda-chuva como brinde a um pequeno grupo de contempladas

04/03/2021 20h25 Atualizada há 1 mês
4.300
Por: Redação
Gasto de R$ 12 mil com guarda-chuvas causa polêmica em Nova Alvorada do Sul

A Prefeitura de Nova Alvorada do Sul, investiu cerca de 12 mil para comprar 396 guarda-chuva. O objetivo, seria distribuir o guarda-chuva como brinde para algumas poucas mulheres em alguma campanha publicitária.

 A Secretaria de Saúde do município pretende usar os guarda-chuvas durante uma campanha referente ao mês da Mulher.

 Para parte da população, no entanto, o dinheiro poderia ser usado em outras medidas preventivas.

 Inclusive o prefeito Municipal protocolou na Assembleia Legislativa pedido de Calamidade Pública, devido as dificuldades enfrentadas no município, e do nada aparece a secretária desperdiçando o dinheiro público que poderia ser aplicado em algo mais útil a população.

 Alguns moradores apontam que este tipo de iniciativa não seria necessário, não é o momento, a pandemia está aí, esse dinheiro poderia ser melhor investido, quantas mascaras não daria, faz uma campanha distribuindo mascaras. Disse uma leitora de nosso Portal

 A iniciativa para a compra dos guarda-chuvas rosas, partiu da Secretária de Saúde do município, mesma iniciativa teve em Antônio João onde ocupou o mesmo cargo na secretaria de saúde, lá o gasto foi um pouco maior, foi de quase R$ 60 mil reais.

Uma curiosidade é que a Empresa Tata comercio de equipamentos para saúde odontologia e médica, da cidade de Londrina no Paraná foi a fornecedora de Guarda-chuva, uma mercadoria simples e popular que vai em desencontro com a atividade exercida pela empresa.

Outra coincidência é que tanto em Antônio Joao e em Nova Alvorada do Sul, a Secretária de Saúde, o fornecedor, o tipo de licitação e o proponente da iniciativa são os mesmos, podendo até existir a suspeita de compra direcionada, são muitas coincidências.

1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias