Segunda, 08 de Março de 2021 23:56
67 99698-9354
22°

Poucas nuvens

Campo Grande - MS

Dólar com.

R$ 5,78

Euro

R$ 6,85

Peso Arg.

R$ 0,06

Anúncio
Nova Alvorada do Sul Dobrou o salário

‘Roubando a gente não está’, diz a vereadora sobre irmã enfermeira que dobrou salario em 30 dias

Vereadora se esqueceu de dizer que a irmã que é a responsável técnica que escala os enfermeiros e seus plantões

05/02/2021 22h04 Atualizada há 3 semanas
4.041
Por: Redação Fonte: Midiamax
‘Roubando a gente não está’, diz a vereadora sobre irmã enfermeira que dobrou salario em 30 dias

“Se a minha irmã ganha mais que eu, fico extremamente feliz”, diz a vereadora Andrea Fim (DEM) sobre o salário de R$ 9,8 mil recebido pela enfermeira Adriana Fernandes Fim Arão que é irmã da legisladora de Nova Alvorada do Sul, cidade a 121 km de Campo Grande.

Adriana é contratada por prazo determinado e lotada no Hospital Municipal Francisca Ortega em Nova Alvorada, consta em Diário Oficial. Contratada como enfermeira, mas  Adriana exerce a função de confiança de responsável técnica, parte burocrática, sendo ela a responsável pela escala dos plantões e controle de toda a enfermagem do hospital municipal. Segundo denuncias dos proprios servidores a irmã da vereadora seria a responsável técnica, não tendo contato de atendimento com qualquer paciente, ela não está em linha de frente da covid, ela não atende triagem e nem enfermaria, ela está na parte burocrática somente. Disse a informante.

O salário da enfermeira referente a janeiro, gerou polêmica entre moradores da cidade, pelo fato da irmã da vereadora ter recebido R$ 4,3 mil a mais do que consta em seu extrato de contratação. “Se o contrato está assim, algum motivo tem”, diz a vereadora no vídeo.

De acordo com o portal da transparência do município, Adriana que tem cargo de enfermeira padrão, recebeu R$ 9.837,87 de remuneração como primeiro salário. “Cada profissional tem uma faixa salarial, meus queridos”, argumenta Andrea.

Segundo a publicação do dia 1º de fevereiro do Diário Oficial, Adriana receberia mensalmente R$ 5.465,48, valor este que dobrou no primeiro mês. A contratação da enfermeira tem vigência a partir 1º de janeiro de 2021, data da assinatura do contrato. “A contratação é necessária pelo aumento da demanda nos atendimentos médicos devido a pandemia do vírus Covid-19”, diz a publicação.

O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) apura possível caso de nepotismo. “Cada profissional tem uma faixa salarial meus queridos”, falou a vereadora no vídeo. “Roubando a gente não está”, diz a vereadora.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias