Sexta, 26 de Fevereiro de 2021 13:55
67 99698-9354
29°

Muitas nuvens

Campo Grande - MS

Dólar com.

R$ 5,58

Euro

R$ 6,74

Peso Arg.

R$ 0,06

Anúncio
Polícia Sumiu

Mãe da mais de R$ 7 mil para curandeira “tirar macumba” do filho e mulher desaparece com dinheiro

Uma mãe de 23 anos procurou a Polícia depois de dar mais de R$ 7 mil para uma suposta curandeira no distrito de Prudêncio Thomaz, onde a vítima também reside com a família.

01/02/2021 15h16 Atualizada há 2 semanas
1.018
Por: Redação Fonte: Rio Brilhante tempo real
Mãe da mais de R$ 7 mil para curandeira “tirar macumba” do filho e mulher desaparece com dinheiro

Caso registrado como charlatanismo foi registrado na delegacia de Polícia Civil de Rio Brilhante nesta sexta-feira (29).

Uma mãe de 23 anos procurou a Polícia depois de dar mais de R$ 7 mil para uma suposta curandeira no distrito de Prudêncio Thomaz, onde a vítima também reside com a família.

De acordo com boletim de ocorrência, a criança de seis anos tem paralisia cerebral e a mãe já procurou diversas opções de tratamento chegando até a curandeira como uma última tentativa de cura para o filho.

Os trabalhos iniciaram em agosto de 2020 quando a mulher disse que a criança tinha o mal de siomioto e uma macumba havia sido feita e para desfaze-la precisava da quantia de R$ 1.635.00 (mil seiscentos e trinta e cinco reais) parcelados em três vezes. Em seguida foi pedido a mãe, mais R$ 1.200.00 (mil e duzentos reais) para um corte de animal, que seria o sacrifício de um animal. Esse valor de acordo com a ocorrência foi pago em material de construção.

Após feito esses pagamentos, a curandeira disse que em nove dias a criança voltaria a andar. Como isso não aconteceu a mãe retornou a casa da mulher que relatou que o trabalho não tinha dado certo que precisaria dar aos “orixás ” um cachimbo no valor de R$ 372.00 (trezentos e setenta e dois reais), valor esse entregue em mãos a curandeira.

Afirmado que o esposo da vítima, pai da criança precisava tomar um banho de ervas para melhorar a vida, a curandeira pediu mais dinheiro, R$ 1.200.00, mais R$ 1.600.00, R$ 260.00 que seria o valor de uma vela, e mais um valor de R$ 600.00, valores todos pagos pela mãe.

Alegando ter que comparar uma saia para os trabalhos a curandeira pediu mais R$600.00, mas a mãe comprou um colchão e deu a mulher.

Quando chegou no mês de dezembro de 2020 a curandeira disse a mãe da criança que nesse mês os “orixás” não trabalhavam e então ela faria uma “operação invisível” e tida sexta-feira teria que deixar a criança de branco durante sete sexta-feira. Que após o último dia de sessão como nada tinha mudado na criança a mãe foi até a curandeira e pediu o dinheiro de volta. A mulher então disse que devolveria os valores pagos, porém ao retornar a casa está semana descobriu que a tal curandeira se mudou para outra cidade, inclusive vendido o imóvel.

Diante do prejuízo te esta tendo a vítima procurou a delegacia de Polícia Civil de Rio Brilhante para comunicar o fato.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias