Sábado, 23 de Janeiro de 2021 19:44
67 99698-9354
Nova Alvorada do Sul Negligência?

Mãe acusa hospital de Nova Alvorada do Sul de negligência médica

Criança retornou três vezes ao hospital municipal e mesmo assim diagnostico não foi correto

12/01/2021 19h17 Atualizada há 2 dias
4.629
Por: Redação
Mãe acusa hospital de Nova Alvorada do Sul de negligência médica

Uma moradora de Nova Alvorada do Sul e mãe se utilizou das redes sociais nesta terça-feira (12) para desabafar sobre suposta negligência médica praticada contra seu filho menor durante três dias consecutivos.

Segundo relato, a mãe procurou atendimento médico para seu filho no hospital municipal de Nova Alvorada do Sul, devido a criança reclamar de dores na barriga, conforme relatado pela mãe no primeiro atendimento, de praxe a criança foi medicada somente com Buscopan e Dipirona e dispensada podendo retornar a sua residência.

Já em sua residência o quadro clinico da criança ser agravou tendo que retornar urgentemente ao hospital municipal, após novo atendimento a criança foi internada permanecendo somente em observação e sendo medicada com Buscopan e Dipirona, somente no dia seguinte ao amanhecer que foi realizado um raio x do abdome da criança e a coleta de sangue para analises clinicas, no exame de raio x nada foi encontrado e no exame de sangue foi detectada uma infecção intestinal na criança.

Novamente a criança foi dispensada e autorizada a voltar para casa, acompanhada de uma receita médica para a compra de medicamentos visto que a farmácia não dispunha de tal medicação. Já em sua residência a criança teve uma piora em seu quadro clinico, novamente dando entrada no hospital municipal onde o médico de plantão compareceu a enfermaria onde a criança estaria em observação e disse que deveriam aguardar o retorno de outro médico que estaria em Campo Grande, que somente após o retorno deste suposto médico que a criança seria avaliada novamente. Com a chegado do outro médico a avaliação foi de que deveria se iniciar o tratamento com antibióticos, e para a surpresa da mãe da criança no hospital não teria a medicação disponível para se iniciar o tratamento da criança, devido ao agravamento do estado clinico da criança a mesma foi encaminhada com urgência a Campo Grande para o Hospital Regional Rosa Pedrossian, onde foi realizado o atendimento médico emergencial e realizada uma cirurgia de emergência para a retirada de 15cm do intestino da criança, após 3 horas na sala de cirurgia a criança foi encaminhada a sala de recuperação e passa bem. Conforme diz a mãe a retirada dos 15 cm do intestino ocorreu somente devido à demora no atendimento e diagnostico realizado na criança no hospital de Nova Alvorada do Sul, tudo poderia ter sido diferente se o hospital estivesse preparado com pessoas capacitadas e preocupadas com o bem-estar da população.

A mãe agradece a intervenção divina de Deus em poder estar junta novamente com seu filho recuperado.

Fica o espaço aberto a Secretaria de Saúde de Nova Alvorada do Sul para esclarecimentos.

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias