Terça, 26 de Janeiro de 2021 05:05
67 99698-9354
Mato Grosso do Sul Preços

Preço da carne continua nas alturas em Campo Grande e o salário oh...

Em tempos de crise, o prato ‘roskovo’ (arroz com ovo) voltou a predominar na mesa do sul-mato-grossense

03/01/2021 10h18 Atualizada há 3 semanas
43
Por: Redação
Preço da carne continua nas alturas em Campo Grande e o salário oh...

O preço da carne bovina continua em alta nos mercados e açougues de Campo Grande, pelo menos é o que aponta o consumidor, na hora da compra. O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) registrou a sexta alta consecutiva, a última vez que os preços tiveram leve queda foi em maio, no início da pandemia do novo coronavírus

A moradora do bairro Centenário, de 24 anos, contou que se assustou ao pedir bisteca bovina por achar que estava mais em conta e pagar R$ 33 no quilo, em um mercado localizado na Rua Santa Quitéria. 

“Como estava caro o colchão mole, colchão duro e até o patinho, decidi pedir a bisteca que antes era mais barato, me assustei, o açougueiro me falou o preço e me deu 5 fatias da carne”, disse. “Está sem condições”, complementou. 

Já moradora do bairro Jóquei Clube contou que chegou a ver contrafilé por quase R$ 50 o quilo. 

“Toda carne tá cara, estou optando por frango e carne de porco, que subiu também, mas ainda é mais barato que carne bovina. Costela, bife já dá pra pegar peixinho, miolo de agulha que dá pra panela, são carnes boas, mas que estão menos cara. Contrafilé tá quase R$ 50”. Ela pontuou ainda a questão do salário não acompanhar. 

"Tudo sobe, menos o salário, esse não acompanha".

Em tempos de crise, o prato ‘roskovo’(arroz com ovo) voltou a predominar na mesa do sul-mato-grossense, conforme levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

Em Mato Grosso do Sul, foram 15,2 milhões de dúzias no 3º trimestre de 2020, número 28% (+3,3 milhões) maior que o registrado no mesmo trimestre de 2019 e 9,3% (+1,3 milhões) acima do que o apurado no trimestre imediatamente anterior. É a maior registrada na série histórica para o estado, iniciada em 1990.
 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias